quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

O Grafite e o Diamante


   Como o diamante, pedra preciosa e buscada intensamente pelos homens pelas qualidades de brilho e beleza incomuns, há também o grafite que é formado por uma rede de bilhões de Carbonos, o que o torna quimicamente semelhante ao diamante.  Lembrando que o Carbono tem o nome originário de carvão (carbo). Portanto, os dois, tão parecidos quimicamente, são completamente diferentes nas suas características externas de beleza e dureza, entre tantas outras.  Mas o que poderíamos almejar? O brilho do diamante ou a flexibilidade do grafite.  Gostaria de fazer uma comparação para que pudéssemos entender que podemos ter o brilho de um com as qualidades do outro.
 O grafite é muito fácil de encontrar na natureza, é abundante, enquanto o diamante é raro.  Se fosse o contrário, o valor do grafite seria maior do que o diamante. É interessante observarmos que no mundo, pessoas que realmente procuram a santificação são como diamantes, raras. Porém, quando as encontramos, brilham tanto que não deixamos de notar sua luz, que vem de Jesus.
   O grafite e o diamante têm os nomes originários do grego. Grafite vem de graphos (escrita) e o diamante adamantos (inflexível, duro, invencível).  É interessante ver que precisamos em certas ocasiões ter a dureza do diamante, porém, nosso coração deve ser mole ou flexível como o grafite para ouvirmos a palavra de Deus e aceitá-la. Quando Deus mandou Ezequiel admoestar os israelitas, lhe falou que não temesse, pois a sua fronte seria endurecida como o diamante: “Fiz como diamante a tua fronte, mais forte do que a pederneira; não os temas, pois, nem te assombres com os seus rostos, porque são casa rebelde”. Ezequiel 3:9  Por outro lado, em Zacarias, vemos que os homens são duros para ouvirem a palavra de Deus, como o diamante, causando grande ira em Deus: “Sim, fizeram os seus corações como pedra de diamante, para que não ouvissem a lei, nem as palavras que o SENHOR dos Exércitos enviara pelo seu Espírito por intermédio dos primeiros profetas; daí veio a grande ira do SENHOR dos Exércitos”. Zacarias 7:12   É interessante, o grafite é usado para escrita e a palavra de Deus faz uma referência aos pecados de Judá  ficarem marcados, “escritos” na tábua do coração do povo com diamante pontiagudo. “O pecado de Judá está escrito com um ponteiro de ferro, com ponta de diamante, gravado na tábua do seu coração e nas pontas dos vossos altares;” Jeremias 17:1
   Enquanto o grafite apresenta o mais alto ponto de fusão, por isso é usado em recipientes úteis para derreter no seu interior os mais diferentes metais, o diamante possui uma condutividade térmica muito grande, transmitindo calor, distribuindo aquilo que recebeu. Assim devemos ter a resistência do grafite às grandes pressões e a condutividade térmica do diamante para transmitirmos o “calor” do amor de Deus aos desesperançados.
   Outro detalhe importante: o grafite, tão desvalorizado, pode se tornar um diamante após sofrer uma pressão enorme e calor brutal, alterando, dessa maneira, a sua estrutura carbônica. Simbolicamente isto acontece conosco também, por mais desvalorizados que possamos ser, somos transformados e valorizados pelo amor de Jesus, que pagou o preço mais caro que se pode imaginar, “seu sangue derramado”.  Quando entendemos que esse sangue foi derramado por amor a nós, meros grafites sem brilho nenhum, percebemos  que o preço pago pelo nosso resgate foi altíssimo.  A partir de então, passamos a ter o valor de um diamante, lapidado pelas mãos do Joalheiro universal que é Deus.
   Porém,  como jóias incomuns, devemos conservar a beleza, a firmeza,  o brilho, a transparência e o valor do diamante, mantendo, contudo, suficiente maciez e flexibilidade para que Deus nos use como grafites em suas mãos para escrever a história de nossas vidas. 

3 comentários:

  1. Que linda mensagem!! Deus abençoe seu ministério

    ResponderExcluir
  2. Existem pedras falsas, que parecem diamantes verdadeiros, mas não sao.mas tem como distinguir um do outro. O diamante não absorvendo a luz é como um espelho que reflete a luz. É assim que eu quero ser. Refletir a luz de Deus que chega em mim. O Diamante pode ser testado e seu brilho e beleza ficam ainda maiores após cada etapa de fricção....quero ser assim. A cada prova, mais preciosa ao olhar de Deus.

    ResponderExcluir
  3. Existem pedras falsas, que parecem diamantes verdadeiros, mas não sao.mas tem como distinguir um do outro. O diamante não absorvendo a luz é como um espelho que reflete a luz. É assim que eu quero ser. Refletir a luz de Deus que chega em mim. O Diamante pode ser testado e seu brilho e beleza ficam ainda maiores após cada etapa de fricção....quero ser assim. A cada prova, mais preciosa ao olhar de Deus.

    ResponderExcluir